23/04/2016
Bivaque Dia do Escoteiro 2016

RELATÓRIO DE ATIVIDADE

BIVAQUE  COMEMORATIVO AO DIA DO ESCOTEIRO 2016

O Santuário de Santa Rita de Cássia foi cenário para um Bivaque muito animado. O evento encerrou as festividades alusivas ao Dia do Escoteiro do Grupo Escoteiro Cônego Sorg, no domingo 23 de abril. Reuniram-se integrantes dos ramos Lobo, Escoteiro e Sênior, chefias e diretoria, bem como seus familiares.

Este encontro festivo estava previsto no planejamento de atividades trimestrais do Grupo. Pensado para ser um momento de integração e descontração, onde todos segmentos, juntamente com seus familiares, participariam de jogos e brincadeiras, aproveitando a tranquilidade, a área verde e a infraestrutura do Santuário.

Para organizar o Bivaque formou-se uma comissão, constituída dos Chefes Beto, Pedroso, Rosane e Ana Sílvia, os quais trocaram ideias e esquematizaram o momento através das redes sociais. Os arremates finais foram costurados em uma reunião realizada no dia 20 de abril, às 19h30min, na Sala dos Lobos, sede do GECS.

No domingo pela manhã, um grupo de escoteiros, pais e chefes reuniu-se em frente à antiga Max, às 9h30min, seguindo de bicicleta até o Santuário de Santa Rita. Outra parte seguiu em carreata.

Na chegada, a Chefe Marlene recepcionou os pais e convidados. Os chefes Beto e Pedroso prepararam as bases para os jogos, colocaram o slackline, enquanto as chefes Ana e Rosane finalizavam os preparativos para o almoço.

As 10h30min na abertura oficial, o Presidente Sr. Jonatã Kemmerich, pronunciou-se dando as boas vindas a todos os presentes. Seguindo-se os jogos, em que competiram pais e filhos:

- Caçador,

- Alerta e

- Futebol.

Enquanto as atividades esportivas ocorriam, sob supervisão dos Chefes Beto, Pedroso, Antônio Bühler, Rosane e  Margarete, as Chefas Ana Sílvia e Marlene organizavam lixeiras, banheiros e a cozinha campeira, com  a ajuda de vários pais e mães.  Cada um levou seu pedaço de carne, que foi assado coletivamente.

Até o almoço ser servido, o chimarrão, boas histórias e muitas risadas corriam soltas.

Servido o churrasco, acompanhado de arroz – não sobrou um único grão,  saladas, pão, muito suco e limonada geladinha, fez um silêncio, quebrado pelo tilintar dos talheres e pelo canto dos quero-queros.

Em seguida, cada formou-se uma grande fila na pia, pois como é o costume escoteiro,  cada um lavou suas louças. Muitas mães adoraram o método e disseram que vão tentar implantar esta prática em suas casas, pelo menos no almoço do domingo.

Lobos, escoteiros e sêniores, juntos e misturados, formaram equipes e saíram na Caça ao Tesouro: 100 Bis foram escondidos e encontrados, todos. Depois da contagem, serviram como sobremesa. Para complementar, foi servido bolo de chocolate com recheio de brigadeiro.

Á tarde teve atividades livres: alguns andavam de bicicleta, outros foram praticar slackline, já os maiores jogaram futebol; lobos brincavam de ovo choco, enquanto pais lagarteavam e curtiam a paisagem.

Às 15h30min, os uniformes foram vestidos e todos se perfilaram para participar da Missa em ação de graças ao Dia do Escoteiro, na capela do Santuário de Santa Rita de Cássia, celebrada pelo Pe. Avelino Pinzetta.

A entrada do celebrante foi precedida pelo Grupo: os Lobos, seguidos dos Escoteiros, Sênior e as Chefias e Diretoria. O pároco saudou os presentes e passou a palavra para o Presidente Kemmerich, que explicou para os presentes as origens do escotismo e agradeceu ao Sr. Delvo e diretoria do Santuário, pela oportunidade de proporcionar a família Escoteiros Cônego Sorg um dia festivo e de muita alegria.

A liturgia teve a participação de todos os ramos: com as Leituras Bíblicas, Salmos e preces. O ofertório, oi um momento emocionante, com a oferta do Lenço do Grupo, de um boné e de todos os Chefes, ao quais foi feito um agradecimento especial, pelo trabalho voluntário que prestam.

No encerramento, o Pe. Avelino ofertou ao grupo a imagem de Santa Rita, protetora das famílias.

Após a Missa, o Grupo reuniu-se para uma foto em frente a imagem de Santa Rita e as atividades foram dadas por encerradas pelo Presidente Kemmerich.

Por ch. Ana Sílvia Vidal

PARTICIPANTES DO BIVAQUE:

Lobos:

Alana Schreiner

Amanda Marchiori Soares

Cassiano Bettio Junior

Gabriel Mattioti

Gabriel Ries

Gustavo Vargas

Laysa Lima

Manuela da Rosa

Maria Fernanda Rohr

Nayani Diefenthaeler de Castro

Pedro Henrique Vidal Bühler

Taylor Bugs Machado

Vinicius Vargas

Escoteiros:

Diogo Dal Castell

Gabriel Barden

Gabriel Rohr

Guilherme Bugs

Gustavo Bugs

Hayla Lima

Jean Carlos Maia

João Pedro Ribeiro

Kauan dos Santos Garbin

Kemili Colling

Leonardo Piovesan

Leonardo Weisseimer

Lohana Ramirez

Lucas Fachi

Luíza da Rosa

Matheus Pedroso

Milena Rauber

Rafaela Gisch

Raul J Pereira

Samira Pimentel

William Oliveira

Sêniores:

Ana Gabrieli

André Reis

Guilherme Kuhn

Gustton Ries

João Vítor dos Santos

Lucas Kapp

Nathália Pedroso

Paola Vianna

Tauana Lira

Wellington Schumann

 

 

Chefia:

Ana Sílvia P. Vidal

Angela Moura

Antonio Marcos Bühler

Carlos Alberto Dal Castel

Jonathã Kemmerich

Margarete Pires

Marlene Cólvero

Pedro Pedroso

Rosane  Bernardi

 

Pais, Familiares e amigos:

Aline e Tales de Lima (Laysa e Hayla)

Alisson de Oliveira e Vinícius (Willian)

Carlos e Elizangela (Manuela)

Caroline de Souza (Alana)

Cassiano e Janete Bettio, Helena, Isabelli e Flávio (Cassiano)

Débora e Flávio Bugs (Gustavo e Guilherme Bugs)

Eliane Vargas, Juliana e Sandro (Gustavo e Vinicius)

Eliseu Rohr (Rohr e Nanda)

Emilia, Evandro e Fernanda  (Luísa)

Felizardo Sauthier, Juliana, João Henrique, João e Ana

Luan Schneider e Kely Schneider (Ch. Marlene)

Kiko Ries e Lucia de Paula (Gaby e Guston)

Luciane Pedroso (Nati e Mateus)

Luís Artur (Ana Gabrieli)

Luís Barbosa e Silvana Souza (Rafa Gisch)

Margarete de Quadros (Paola)

Marta  Marchiori (Amanda)

Teresa de Paula (Leo W)

Ugo, Cíntia e Yago Sauthier (Gabriel Mattioti)

Voltar