12/03/2016
4ª Ciclo Jornada Carazinho Passo Fundo (Tropeiro Camponez)

O Grupo Escoteiro Cônego Sorg, em suas primeiras comemorações do 5º ano de fundação, realizou sua 4ª Ciclo Jornada Escoteiros Cônego Sorg, com trajeto de Carazinho a Passo Fundo.

A saída.

A concentração foi no Trevo do Baixinho, às 7:45 de sábado com saída às 08:45, depois de carregadas todas as mochilas, barracas e outras tralhas nas camionetes de apoio.

Custo da Atividade:

O valor cobrado foi de 60,00. O GECS colaborou com 10,00 e o custo para cada participante foi de 50,00

O percurso.

Do trevo nos dirigimos pela estrada velha do Parque da Cidade e fomos costeando os trilhos da viação férrea até a Granja de Marcos Mattioti. Essa primeira parte do trajeto foi muito difícil em razão da quantidade de barro na estrada da granja. Em cada baixada havia um atoleiro, o que fez com que atrasasse o percurso. Chegando lá foi feito um rápido lanche antes da partida.

Mas antes da partida um momento muito especial. O William estava de aniversário, e todos cantaram Parabéns a Você. Muito legal fazer aniversário numa atividade escoteira.

Da granja fomos até o asfalto da BR285. Como não existe mais o pedágio e a Polícia Federal naquele local, a travessia foi feita com muita calma em razão do grande fluxo de veículos. Atravessamos de cinco em cinco bicicletas e depois os carros de apoio. Na entrada da estrada para Pulador a tradicional foto dos participantes.

A próxima parada foi na granja de João Leindecker. Mais um pequeno descanso e água. Da granja do Leindecker até o distrito de Pulador foram feitas algumas paradas menores. Chegando em Pulador, mais uma parada grande para descanso e lanche pois estávamos quase chegando ao Sítio do Tropeiro Camponez, nosso destino final.

A chegada e almoço.

Chegamos ao Sítio às 13:35. A Família La Corte já nos esperava com o almoço pronto: Churrasco, arroz, feijão, saladas, cuca, pão, suco de laranja, sobremesa e cafezinho. A fome era grande, o almoço muito bom. Todos estavam muito satisfeitos com aquela mesa farta depois de tamanho esforço. Foram 5 horas de pedaladas.

Atividades da tarde.

Quando tudo estava organizado descemos de carretão, puxado pelo velho CBT, até a trilha que nos levou até o mato. Desta vez foi realizada a trilha pela sanga “Molha Bunda”. Depois da trilha alguns jogos foram feitos, como caçador e vôlei e tempo livre para falsa baiana, escorregador, banho de barro e de sanga. Na seqüência todos voltaram de carretão para o jantar, porque a noite já caia.

Jantar e trilha noturna.

No jantar teve bife, arroz, feijão, polenta frita, saladas, sucos, batata, queijo na chapa etc.

Depois do jantar todos desceram novamente de carretão e foi realizada uma trilha noturna em local diferente daquela trilha do dia. 

Fogo de Conselho.

Depois da trilha foi realizado o fogo de conselho. Novamente, o Leandro La Corte informou que até agora deixou somente os escoteiros Cônego Sorg fazer fogo lá.

O tema do fogo de conselho foi "histórias divertidas" e saíram umas esquetes muito engraçadas. Todas inéditas. Ante do encerramento teve uma breve conversa ao pé do fogo pelo Kemmerich sobre o bom momento que vive o Cônego e depois ch. Regina fez a entrega dos distintivos Tree For de World para escoteiros e seniores que os conquistaram no ano de 2015.

Finalizado o Fogo de Conselho com a Canção da Despedida.

Investidura Sênior.

Durante o FC foi realizada em separado a solenidade de assinatura do Compromisso Sênior e a Investidura de Gabriela Pagotto, Nathália Pedroso, André Reis e João Vitor dos Santos.

Primeiramente os seniores e guias foram levados para um local mais afastado no qual estava preparada a cerimônia de assinatura do Compromisso Sênior. Lá eles ficaram sozinhos por alguns minutos, acompanhada apenas de seus sentimentos, da simbologia e da luz das velas, refletindo sobre a sua vida antes de assinar o compromisso.

Na seqüência foi realizada a Cerimônia de Investidura, com a presença dos seniores e chefia. Foi uma cerimônia marcante e emocionante para os presentes. A mística foi perfeita, como a solenidade exige, à luz de velas, símbolos e uso de espada na Investirura.

Finalizada a cerimônia, todos se juntaram novamente à beira da fogueira.

Certificados e Distintivos

Enquanto ocorria a Investidura, ch. Regina entregou ao escoteiro Gabriel Barden o certificado e a a Insígnia da Ação Comunitária e o certificado e distintivo de Recrutador +6. Parabéns Barden !

Caminhada noturna.

Nesse momento foi iniciada a preparação para a caminhada noturna. Os escoteiros foram largados de dois em dois do mato lá de baixo e percorreram todo o caminho, do mato, costeando a lavoura até chegar na entrada da picada do mato de cima, local em que encontraram a ch. Escoteira que os esperava.

Passagem de Lobinhos para as Tropas Escoteiras.

Depois que todos os escoteiros e seniores foram, os últimos a fazerem o percurso foram os escoteiros noviços Gabriel Rohr, Gabriel Barden, William de Oliveira e Rafaela Gisch. Eles passaram da alcateia para a tropa escoteira e foi o momento de fazer o ritual de passagem, conduzido pela Akelá Regina, auxiliada por c h. Marlene e ch. Rosane.

Depois de algumas perguntas descobriram porque estavam ali. Todos tinham em comum já terem sido lobinhos. Akelá agradeceu a todos pela importância que tiveram na alcateia e que tinha sido muito ter sido a Akelá deles. Fizeram o mesmo percurso da caminhada noturna.

Antes da saída, recebiam uma vela que era parte do ritual. Agora estavam recebendo mais luz do conhecimento, representada pelas  velas, e com as velas acesas foram até o final do percurso, sempre de dois em dois.

A primeira dupla foi a Rafaela e William. Depois foi a vez do Barden e do Rohr. No final da trilha, depois da picada do mato de cima, estava o ch. Pedroso e os Escoteiros aguardando os noviços para, enfim, fazerem definitivamente parte das Tropas Escoteiras Órion e Athena.

Silêncio

Depois que chegaram da caminhada noturna todos a pé até o acampamento. Após um tempo de conversa fiada todos foram dormir, já muito cansados da intensa atividade do dia. Os monitores escoteiros tiveram ainda uma Corte de Honra, acompanhados dos ch. Regina e Pedroso para decidir futuras monitorias e submonitorias.

Alvorada Animal

A alvorada foi às 7:00, mais uma vez ao som da música original The House Of The Rising Sun da banda The Animal gravada em 1964.

Confira o vídeo dessa música em

https://www.youtube.com/watch?v=0sB3Fjw3Uvc

Café da Manhã.

A jornada pela frente era grande. Todos ainda estavam cansados e o café teve de ser bem reforçado: Café com leite, cuca, bolos diversos, omelete, pães, chimias, salame, fortaia, revirado de feijão, suco de laranja. Foi aquela comilança para repor todas as energias.

O Arriamento da Bandeira Nacional.

Depois do arriamento foi entregue ao Leandro La Corte um Lenço Escoteiro. Seu Leandro agradeceu e nos convidou para sempre voltar lá, com os escoteiros ou particularmente porque, segundo ele, depois de três anos seguidos de jornada aquele lugar também é nossa casa.

Marco da Batalha do Pulador

A última atividade foi no marco historio da Batalha do Pulador. Seu Leandro foi até lá e explicou para todos o que foi e o motivo pelo qual aconteceu aquela batalha naquele local. Todos ouviram atentamente suas explicações.

O retorno e a chegada

Saímos do Sítio do Tropeiro Camponez por volta das 09:30. Fizemos o percurso inverso, passando pelo Distrito de Pulador até chegar a BR 285 que foi ultrapassada por volta do meio dia. Breve descanso na granja de João Leindecker e Marco Mattiotti. Depois voltamos pela estrada de chão batido até alcançar a estrada velha do Parque da Cidade para, enfim, chegar no Trevo do Baixinho

Fotos na galeria de fotos.

Umas e Outras:

- A encenação da tropa sênior na caminhada noturna foi inesquecível e inexplicável. Inesquecível porque todos sempre vão lembrar como foi. Inexplicável porque nunca vão conseguir explicar o objetivo.

- Alguém já descobriu quem era o mascarado?

- Ana Gabriele errou o rumo. Andou. Estranhou. Voltou. Esperou. Geeeeente. Quase me perdi!

- André de velho índio. Impagável. Muito bom.

- Apenas duas escoteiras não embarcaram em carro de apoio. Prá tristeza da Gabi Pagotto sua bike estragou na finaleira.

- AS bikes do ch. Pedroso e ch. Beto tinham garupeira, mas eles não ofereceram carona prá ninguém como bike de apoio.

- As três esquetes do Fogo de Conselho estavam muito boas.

- Bike mais tunada: Do Molina. A bike mais baixa: Do Molina. A bike mais chata: A do Molina, por causa da buzina.

- Café reforçado – ch. Jota perguntou ao seu Leandro porque o pratinho do café era tão pequeno. A resposta foi: quanto em melhor a comida, menor deve ser o prato.

- Ch. Regina não come carne. O almoço era churrasco. Serviu arroz, feijão etc. e puxou do bolso sua tradicional sardinha, escondidinho. Seu Leandro, que por ele nada passa, logo perguntou. Vai repartir a sardinha comigo?

- Chefe Marlene firme com a escoteirada. Fez a trilha na sanga Molha Bunda.

- Chefe! falta muito?         Chefe! falta muito?         Chefe! falta muito? 

- (des) controle – ch. Regina foi auxiliar no desatolamento do carro do Alisson. Encontrou um controle remoto de carro no chão. Pergunto prô Pedroso, não era dele. Pergunto prô Alisson, não era dele. Entregou o controle prô Alisson guardar no nicho do carro. Voltou para a Ranger e..... cadê o controle que tava pendurado na chave?

- Essa foi da dona Jusce: Agora já sei como controlar o banho lá em casa: 3 minutos.

- Essa foi do Kapp: Comi que nem um porco. Agora vou chegar em casa pronto prá ser carneado.

- Essa foi do Matheus: A tua orelha parece uma batata roxa. Batata Roxa ???

- Kiko, o recolhedor de bicicletas. Recolheu apenas duas na volta, quebradas.

- Marga, bem faceira, foi atravessar a ponte sobre a sanguinha (aquela na saída). Numa mão cadeira, casaco, sacola. A outra segurando um galho. Foi indo, indo, indo, acabou o galho. Balança prá lá, balança prá cá. Quase foi parar dentro da sanga. 

- Monitores escoteiros na corte de honra. Diogo na Corte de Sono.

- Na largada o Kauã quebrou o pedal da bike. Ô azar. Ainda bem que o Alisson e a ch. Regina foram em casa buscar outra. Ô sorte.

- Noite úmida. Lona molhada. Escoteiro perdulário.

- ch. Marlene dormiu mal. Uma raiz debaixo da barraca. De manhã, ao desmontar a barraca encontrou um enorme osso de costela.

- O Gui K não sabia que haveria almoço. Na hora do “pequeno lanche” da manhã ele puxou do bornal um x-salada, mas depois almoçou tranquilamente. Agora já sabemos porque o guri é tão magrinho.

- Os carros de apoio da frente foram muito eficientes As paradas razoáveis o que tornou a jornada muito tranquila.

- Os mais imundos da jornada: Schumann, Lohana e Barden. Nenhuma poça dágua passou despercebida.

- Seu Leandro já tá quase chefe escoteiro. Tem boné escoteiro, apito escoteiro e agora lenço escoteiro. Já sabe que 1 apito é atenção e 3 apitos é chamada geral. Até manda descansar. Isso mostra que já somos da casa mesmo.

- Tem pão no paraíso?

- Três sênior numa minúscula barraca. E uma aranha que não queria morrer. E venceu.

- Um dos cachorros do Sítio seguiu a caravana até Pulador. Não teve jeito. O Kiko teve de pegá-lo debaixo da camionete. O cachorro voltou prá casa de carro da presidência.

- Um escoteiro, antes de sair, pediu prá dona Geni se podia colocar um pouco de suco de laranja no cantil. Conseguiu Suco daqui, suco dali, suco daqui suco dali. Virou um piriri.

- Um grito de horror - Antes da partida seu Leandro explicava a Batalha do Pulador. Ch. Rosane tirando algumas fotos. Repentinamente soltou um grito de horror. Pisou na cabeça dum gato morto.

- Ninguém caiu. Da caixa de primeiros socorros saiu apenas um band aid para o calo da Ana Gabriele.

Participantes de bicicleta

Ana Gabriele da Silva

André Reis

Diogo Dal Castel

Gabriel Barden da Silva

Gabriel Rohr

Gabriela Pagotto

Guilherme Kuhn

Igor Molina

João Vitor dos Santos

Kauã dos Santos

Leonardo Piovesan da Silva

Lohana Ramirez

Lucas Kapp

Matheus Pedroso

Milena Rauber

Nathália Pedroso

Paola Vianna

Rafaela Gisch

Samira Pimentel

Wellington Schumann

William Oliveira

Adultos de Bicicleta – ida e volta

Ch. Beto

Ch. Jota

Ch. Pedroso

Carros de Apoio - ida e volta

Ch. Marlene Cólvero

Ch. Regina Sincas

Ch. Rosane Bernardi

Jonathã Kemmerich

Kiko Ries

Luciane Pedroso

Margarete de Quadros

Carro de apoio ida

Alisson Moura

Braian Ries

Ch. Ângela Moura

Felizardo Sauthier

Jusce Kemmerich

 

Voltar