24/10/2015
Acampamento Escoteiro no Tibola

O Ramo Escoteiro do GE Cônego Sorg acampou neste final de semana na propriedade rural mais conhecida como Tibola, em  Santo Antônio do Planalto, nos dias 24 e 25 de outubro.

Foi um acampamento de mato, com comida em fogo de chão, água de olho d’agua e lampião, uma vez que lá não tem qualquer infraestrutura, mas apenas mata nativa cercada por banhado,  sanga e pelo Rio Glória.

Chegando lá, o material foi descarregado e levado para dentro do mato. As tropas Órion e Athena escolheram seus cantos de patrulhas. Depois de escolhidos os cantos de patrulhas foi hasteada a Bandeira Nacional e todos receberam orientações do funcionamento do acampamento e para recolhimento de lenha seca já que havia previsão de chuva.

O primeiro jogo foi Cabo de Guerra na beira da sanga. Depois disso, foi feito novo cabo de guerra, mas agora de um lado a outro da sanga, e a equipe perdedora forçosamente caia na sanga. Foi muito divertido.

Neste horário o ch. Pedroso e o Matheus Pedroso tiveram de sair do acampamento porque tinham um compromisso com a família.

Logo depois o ch. Araújo também teve de levar o Michel para casa para cuidar da queimadura das mãos num cabo de guerra. Voltaram mais tarde.

À noitinha a ch. Regina aplicou o jogo Aproximação Sem Ser Visto.

Terminado o jogo, a noite já se aproximava, e as patrulhas começaram ensaiar os esquetes para o fogo de conselho e preparação da janta.

As patrulhas tinham de, necessariamente, fazer uma das refeições em fogo de chão e outra em fogareiro. Alguns fizeram no sábado à noite, outras no almoço de domingo.

O Fogo de Conselho teve como tema “Aniversário do Cônego Sorg – o que me faz pertencer a este Grupo?” O tema foi muito bem desenvolvido pelas patrulhas. O FC foi puxado pelo ch. Jota e ch. Araújo, auxiliados pelos escoteiros Michel, Paola e Julia. Muitas canções divertidas e, em especial, a Meeeeeeelllaaaaaaaaaaaaaaaaaancia pela ch. Regina. Ch. Araújo também puxou canções inéditas.

Estiveram presentes no FC Francisco e Vera (pais da Daiana) que deu um belo depoimento, Margarete (mãe da Paola) e Renata (mãe do Michel e funcionária da UEB-RS).

O encerramento foi com a canção da despedida, acompanhada pelo violão do ch. Araújo. Finalizado o FC ch. Araújo e Renata patrocinaram Mashmallow para todos. O encerramento das atividades noturnas foi com o jogo Pequeno Zulu.

Os escoteiros Michel e Leo Weissheimer dormiram em abrigo natural.

A ronda foi feita em duplas durante toda a noite e madrugada, inclusive durante a chuva.

A alvorada foi às 7 horas e o dia começou com a organização do que a chuva ou o vento desarrumou.

Depois do café da manhã foi hasteada a Bandeira Nacional e depois disso todos foram para o momento espiritual  no canto de oração preparado pelos escoteiros.

Durante a manhã teve jogo do Buldogue, comando crown, falsa baiana e o teste do novo equipamento adquirido pelo ch. Jota. O vôo livre. Este jogo chegou para ficar, pois é muito divertido, libera muita adrenalina e é bem seguro em razão dos equipamentos utilizados.

No almoço algumas patrulhas fizeram comida em fogo de chão e outras em fogareiro.

A melhor refeição em fogo de chão foi da Patrulha Tigre na noite de sábado (rocambole de carne), e a Patrulha Águia fez o melhor do almoço de domingo (carreteiro). As refeições foram bem variadas: espetinhos, arroz na caixinha de leite, massa com molho, pizza salgada e pizza doce, bife com arroz etc.

Depois do almoço iniciou a desativação do acampamento, e carregamento de tudo para fora do mato. Uma distância grande e cansativa, que contou com a colaboração de alguns pais presentes.

Depois de limpo o mato, de tudo organizado, todos foram chamados para o encerramento. Neste momento, o escoteiro Lucas Kapp recebeu o certificado da IMMA, a Insígnia Explorador e o cordão Vermelho e Branco.

A Bandeira Nacional foi arriada pelos escoteiros Kapp e Paola porque talvez seja o último acampamento de mato destes dois monitores com a tropa escoteira porque já atingiram a idade de sênior. No final, ambos se pronunciaram em tom de .... não é mais que um até logo...não é mais que um breve adeus.....

Embora não foi possível a construção do canto de patrulha padrão como estava previsto na programação, o acampamento foi bem produtivo porque muitos escoteiros passaram provas de pistas e trilha e de rumo e travessia. Muitos monitores e submonitores comandaram pela primeira vez em acampamento de mato e tem de mostrar que têm habilidade para comandar suas patrulhas. Foi o primeiro acampamento para Nicoly e Leo Piovesan. Também foi o primeiro acampamento para Daiana, recém-vinda da Alcateia com lobinha Cruzeiro do
Sul.

Agradecimento especial à Margarete de Quadros, que ficou no acampamento do início ao final, muito auxiliando a todos.

Umas e Outras

- Um escoteiro dizendo para o outro. Viu, tá cheio de goiabinha aqui nesta pitangueira.

- O Diogo não vomitou no simulador de vôo. Ainda bem. Parecia um fantasma em pleno dia.

- O Kemmerich apareceu por lá à noite. Trouxe um pacote de arroz ??!!

- O Michel foi o escoteiro da enfermaria. No sábado queimou as mãos no cabo de guerra. No domingo cortou o pé numa pedra da sanga.

- A Julia sabe direitinho o gosto da água da sanga. Despencou de cabeça do Comando Crown.

 

- O Leo Weissheimer é uma baita dum equilibrista. Vinha ele faceiro com um pratão de massa e tropeçou numa raiz. Caiu de barriga no chão. Os óculos voaram longe, mas não derrubou nenhum pouquinho de massa.

- O Raul inventou uma nova maneira de cortar carne crua: Com garfo e faca. Será que era habilidade ou receio de pegar a carne na mão.

- Alguém sabe por que tinha um funil vermelho numa caixa de patrulha ?

- Tem um monitor com uma mania bem estranha. Fica cheirando a ponta do bastão !

- A palavra que o Barden  mais falou no acampamento: chefe, chefe, chefe, chefe .....

- A Milena é boa de garfo: começou experimentando comida na patrulha vizinha, e foi até a última. No final voltou toda faceirona, passou pelo canto da chefia e deu um tropeção da daqueles. Eita....... No final ainda teve espacinho para comer na sua patrulha.

-  Ch. Araújo gostou tanto do acampamento que não queria mais ir embora. Até fechou a chave no porta malas do carro para ficar mais um pouquinho por lá.

- Chefe, meu fogareiro tá estragado ! testa daqui, testa dali e chegou-se a conclusão que não tinha gás no P5. Qual a patrulha ?............Falcão.

- Parabéns aos pais que ajudaram a puxar todas as tralhas lá do mato e depois auxiliaram o descarregamento na sede escoteira.

- Muita superação de medos na Falsa Baiana e no Vôo Livre.

- Um inseto picou no lábio da Paola. Meeeeeu.

- O Barden teve aulas de culinária com sua mãe. Quando descobriu que teria de assumir a patrulha no acampamento foi tratando de aprender a fazer comida. Pelo visto foi um bom aluno.

- Havia um mandruvá poderoso no mato. Encostou na mão de uma escoteira e a mão paralisou no mesmo instante. Mas logo-logo voltou ao normal.

- Leo Weissheimer caiu na sanga com calça do uniforme, e disse. Fique tranqüilo chefe. Amanhã vai estar bem limpinha (vide fotos do encerramento eheheh).

- Os gritos mais estranhos no vôo livre foram do Barden.

- Muito engraçadas as pedaladas do Ch. Araújo no vôo livre.

- Vôo Livre. Um jogo que veio prá ficar.

- Algumas escoteiras e alguns escoteiros surpreenderam no comando crow.

- O Kapp tem boa visão noturna, e um ouvido bem afinado. Achou três vezes o chefe no jogo noturno. O problema foi reunir toda a patrulha durante o jogo.

- O que mais se via na ferradura do encerramento: Escoteiros e escoteiras dando tapas nas pernas e nos braços. Tem mosquito.... tem mosquito...... tem mosquito eu não fico aqui....

Fotos gravadas na galeria

Ch. Jota.

Participantes:

Tropa Athena

Ana Gabrieli da Silva

Camilly dos Santos

Daiana da Silva Ketter

Julia Zanrosso Vieira

Lohana Ramirez

Milena Rauber Ross

Nicoly Rauber

Paola de Quadros Vianna

Samira Pimentel

Tropa Órion

Bernardo Becker Guimarães

Diogo Dal Castel

Gabriel Barden da Silva

Gabriel Vill

Guilherme Bugs

Gustavo Bugs

Leonardo Piovesan

Leonardo Weissheimer

Lucas Facchi

Lucas Kapp

Matheus Pedroso (sábado à tarde)

Michel Dangaten Rohrig

Raul Jordani Pereira

Willian de Oliveira

Chefia

Anderson Araújo

João Kressin

Pedro Pedroso (sábado à tarde)

Regina Sincas

Convidada

Margarete de Quadros

 

Voltar