08/11/2014
Acampamento Strassburger

Finalmente, neste final de semana, enquanto o ch. Pedroso participava co curso básico do ramo escoteiro, saiu o acampamento das tropas escoteiras e sênior que havia sido postergado em razão de muitas outras atividades -  Mutcom, Gincana Correio Coruja, Joti.

Com a colaboração do tempo o GECS acampou na propriedade rural da família Strassburger, em Santo Antônio do Planalto.

A saída da sede escoteira foi às 14:15 e os pais levaram seus filhos até a sede da granja.

Logo na chegada o Sr. Strassburger, proprietário, foi até lá assinar uma autorização e declarou que naquele final de semana suas terras eram território escoteiro. Estava muito satisfeito em ver os escoteiros acampando em sua propriedade.

Início

Lá chegando, o material foi descarregado e puxado para o mato. Depois de hasteada a Bandeira Nacional as patrulhas escoteiras começaram a montar os cantos de patrulha.

A tropa Sênior acampou no mesmo mato, todavia, longe das tropas escoteiras.

Cada patrulha montou suas lonas e organizou o local da cozinha.

Duas patrulhas masculinas e duas femininas juntaram os cantos de patrulha, pois foram poucos patrulheiros. Touro e Búfalo – Tigre e Coruja.

Depois que os cantos estavam montados veio a primeira atividade, e também apareceu o Péricles, um peru muito mau humorado.

Atividades

Cada patrulha deveria construir um abrigo natural, utilizando-se apenas do material que a natureza poderia fornecer. Tiveram 50 minutos para fazer, mas os abrigos foram concluídos apenas no domingo pela manhã.

Ao entardecer teve um grande jogo. Sobrevivência em Gaya (escoteiros e seniores).

Os seniores organizaram em separado seu canto de patrulha, e como atividade coletaram pegadas com gesso. Não sei de que bicho eram as pegadas, mas o material coletado era bem grande.

Não eram pegadas do Péricles.

Enfermaria

Na construção do abrigo o escoteiro Homero mirou o facão num galho mas acertou no dedo um talho (todos sempre se cortam no mesmo dedo). Não deu outra. A Lu teve de levá-lo para o hospital para fazer pontos. Com a demora no atendimento voltaram à noite, mas o Homero assumiu novamente a patrulha e continuou o acampamento.

Aos poucos o carro dela tá virando ambulância.

E o Péricles estava por lá, incomodando.

Jantar

O jantar de sábado à noite foi comida de panela, feita em fogareiro, e foi escolhida a melhor refeição noturna.

Patrulhas Touro/Búfalo – foi a vencedora, com arroz, bife, polenta mole e salada de tomate.

Patrulha Águia – galinhada

Patrulha Falcão/Lobo – Massa com molho de frango

Patrulhas Tigre/Coruja – Penne ao molho branco e calabresa.

Patrulha Raposa – Massa com guisado.

Patrulha Kilimandjaro – Massa com guisado e molho de chaleira.

A patrulha vencedora ganhou a sobremesa.

Fogo de Conselho

Depois do jantar todos foram para o Fogo de Conselho, que foi feito numa clareira num capão de mato. Um local perfeito para a mística do Fogo de Conselho. Os foguistas foram o ch. Beto e o Georgton. O tema do FC foi Resiliência, que foi interpretado e apresentado em esquetes. Muitas canções foram puxadas. Parabéns aos escoteiros pela animação e pelo resgate de canções antigas. Terminou com a tradicional canção da despedida, com oração da ch. Regina.

O Péricles não apareceu no FC.

Caminhada Noturna

Terminado o FC todos partiram para caminhada noturna, prejudicada  em parte pela lua que deixava tudo muito claro e prateado. Num determinado ponto da caminhada os escoteiros tiveram de atravessar um mato fechado. As patrulhas se guiavam apenas pelo apito do chefe até achar a outra ponta. Um trecho difícil, pois não havia carreiro, estava muito escuro dentro do mato, e tinha um ponto certo que deveriam mudar de direção para achar a saída do mato. Não teve jogo noturno, pois já era 2:30 da manhã quando todos retornaram.

O Péricles já devia estar dormindo.

Alvorada

A alvorada foi as 7:00 da manhã, ainda com cerração.

A primeira patrulha a levantar foi a Touro e a Búfalo, e o Péricles já estava lá, enchendo a paciência de todos, cedinho.

Depois da higiene o Kemmerich puxou um alongamento, seguido de uma corrida pelo mato. Depois disso, cada patrulha providenciou seu café da manhã. Depois do café da manhã foi realizado o hasteamento das Bandeiras.

Momento de Espiritualidade

Organizado pelo André e Náthi, com taquaras e velas. Esse momento é muito importante em acampamentos, Não é organizado pela chefia.  Parte de cada um. É um momento de reflexão entre os jovens.

Jogos:

Durante a manhã os escoteiros jogaram cavalo cego e teve um desafio de nós (escota, direito, escota alceado, oito, falcaça, correr, fiel, lais de guia, pescador, catau, volta simples).

Pelos escoteiros o Homero foi o vencedor, e pelas escoteiras foi vencedora a Samira. Cada um ganhou um cabo escoteiro falcaçado novo.

O Péricles não parava de incomodar. Correndo atrás de um ou de outro. Se encarnou no Georgton e no Kemmerich.

Os seniores construíram uma jangada. Uma pena que por causa do Enem apenas dois seniores puderam acampar. Depois de montada a jangada eles foram remar no açude, depois de terminados os percursos puderam se refrescar e nadar no açude.

O Georgton, como ex-escoteiro do mar, queria muito dar umas remadas, mas não conseguiu parceria.

O Péricles não foi na beira do açude.

Abrigo Natural

No domingo pela manhã tiveram a oportunidade de terminar o abrigo natural. O abrigo deveria abrigar toda a patrulha. A ch. Regina e o ch. Kemmerich passaram em revista os abrigos. Toda patrulha entrava dentro e para ver se o abrigo oferecia proteção contra a chuva era jogado um balde de água sobre o abrigo. Há notícias de que os abrigos não resistiram à força da água e os escoteiros se molharam um pouquinho.

Enquanto isso, o Péricles estava lá na chefia, rondando, incomodando.

Almoço

O almoço foi uma competição de comida mateira, ou comida que deveria ser feita sem utensílios de cozinha.

Patrulha Lobo: Guisado na lata e arroz na caixinha de leite

Patrulha Águia: Kaboff

Patrulha Tigre/Coruja: espetinhos de picanha, coração e frango com arroz na caixinha de leite, salada de tomate.

Patrulha Raposa: Pizzas salgadas e pizza doce. Toda a pizza foi feita no local, desde a preparação da massa. Sobremesa de laranja.

Patrulha Falcão: Carne moída recheada com queijo no alumínio com salada de tomate e cebola.

Patrulha Touro/Búfalo:

Patrulha Kilimandjaro: Bife e arroz na caixinha de leite.

Foi vencedora a patrulha Raposa pelo fato de fazer a pizza desde a confecção da massa e variedade de sabor e ganharam a sobremesa.

Tirando algumas comidas que não deram muito certo (ou nada certo), principalmente o arroz na caixinha de leite, todas estavam muito gostosas. A chefia ficou muito satisfeita de experimentar tanta iguaria mateira. Foi difícil estabelecer qual era a melhor comida.

Parabéns a todos pelo empenho e dedicação.

O cuca da chefia, desta vez, foi o ch. Jota.

E o Péricles andava prá lá e prá cá, sempre irritado.

Desmontagem

Depois do almoço iniciou a desmontagem dos campos.

E o Péricles achou um saco de pão na chefia. Ficou irritado (pode?) bicando o pão.

Promessa e Cordões:

Às 15 horas iniciou o cerimonial de Promessas. Antes do cerimonial foi entregue o certificado e distintivo Semeador +3 das escoteiras Rafaela Vieira e Hayla de Lima.

Receberam o Certificado e o Cordão Vermelho e Branco o Monitor da Patrulha Touro André Victor dos Reis e a Monitora da Patrulha Coruja Nathália dos Santos Pedroso.

Foram guardas da Bandeira as escoteiras Náthi Pedroso, Paola Vianna e Tauana Lira.

Neste acampamento fizeram a Promessa Escoteira os escoteiros Wellington Schumann (monitor da Búfalo), Guilherme Kuhn (submonitor da Falcão) e Diogo Dal Castel (submonitor da Búfalo) e foram armados pelo ch. Jota.

As cerimônias de promessa em acampamentos são muito especiais e os escotistas do GECS estão muito satisfeitos por mais três escoteiros terem cumprido a etapa introdutória. O ch. Beto, visivelmente emocionado entregou o certificado de promessa para seu filho, o Diogo.

Terminado cerimonial de promessa todos foram para os cantos de patrulha terminar de desativar o campo e carregar o material para perto da cerca para depois serem carregados.

O Péricles apareceu e ficou lá, bem tranquilão, deitado, esperando o término da cerimônia para começar a incomodar.

Encerramento:

Às 16 horas as Bandeiras foram arriadas pelo sênior Duwe e pelo escoteiro Holanda. O acampamento terminou com o grito de guerra.

Opa, não terminou ainda. Acampamento sem chuva não tem graça, e como última atividade teve chuva doce.

Não deixaram nenhuma bala no chão prô Péricles, mas mesmo assim, deve ter ficado muito feliz quando todos os escoteiros foram embora.

Umas e outras:

- Segundo a Indira, o Homero já inaugurou os dois matos, um de cada lado da rodovia.

- O Péricles não gosta de escoteiros, nem de chefia, nem de ninguém.

- As Pt Coruja e Tigre já podem abrir uma churrascaria. Ô cheirinho bom daqueles espetinhos.

- Molho na chaleira.

- Massa na chaleira.

- Alguns escoteiros ficavam hipnotizados com o fogo. Se ficar olhando acendesse o fogo não precisava mais de lenha.

- Gustton, o pizzaiolo.

- Abrigos naturais, chuvas artificiais.

- Inspeção de Gilwell com ch. Regina e ch. Kemmerich: Confiscados 2 vidros de perfume, 5 vidros de esmalte, 1 estojo de pó, uma máscara para cílios, uma máscara de abóbora malvada e 2 kg de mandolate. Credo... quanto material necessário (!) que levam no acampamento.

- A Lu ficou responsável pela salada da chefia.

- A chefe Regina espera a devolução do manual de Rumo e Travessia.

- Sobrou um banquinho (azul e amarelo) na camionete.

- Fotos no álbum de fotos.

- Distribuição gratuita de mandolates por conta dum avô.

- Patos, gansos, galinhas vão.... mas o Péricles não.

- O Beto acordou de madrugada com uns barulhos estranhos na barraca. Achou que alguém estava aprontando com ele. Quando saiu prá fora tinha um cavalo lambendo sua barraca.

- Abrigo natural comestível.

- Teve dois abrigos que mais desabrigavam do que abrigavam.

Fotos no Álbum de Fotos deste site.

Ch. Jota.

Participantes:

Pt Kilimandjaro (sênior)

Gabriel Duwe

Gean Carlo Kuhntz

Pt Coruja

Nathalia Pedroso

Samira Pimentel

Julhia Rabuske

Pt Tigre

Rafaela Vieira

Paola Vianna

Luana Dal Agnol

Pt Águia

Tauana Lira

Julia Vieira

Hayla Lima

Luíza Witte da Rosa

Pt Raposa

Gustton Ries

Gabriel Barden da Silva

João Victor dos Santos

Pt Lobo

Homero Kemmerich

Henrique Foltz

Arthur Diefenthaler

Raul Jordani

Pt Touro

André Reis

Leonardo Weissheimer

Pt Búfalo

Wellington Schumann

Diogo Dal Castel

Matheus Pedroso

Gabriel Vill

Pt Falcão

Lucas Kapp

Guilherme Kuhn

Luan Holanda

Michel Dengaten

Escotistas

João Kressin

Regina Sincas

Carlos Alberto Dal Castel

Jonathã Kemmerich

Diretoria

Luciane Pedroso

Agradecimentos

José Strassburger (proprietário)

Georgton Citrão (uma vez escoteiro .....)

Participação Especial

Péricles – O Peru mais irritado do mundo !!!

Voltar