21/06/2014
Acampamentos Tropas Escoteiras

O acampamento das tropas escoteiras do GE Cônego Sorg foi realizado neste final de semana na granja de Duda Senger.

O Transporte

Para não onerar as famílias, e também para não haver muito entra-e-sai de carros na propriedade rural, o GECS fretou ônibus da Magni Tur para o transporte.

O local

O local é muito bonito, num fundo de mato na beira de uma lagoa, todavia, não foi possível entrar na água pelo frio e porque tem muito capim alto ao redor da inóspita lagoa. O ladrão de água da lagoa é muito interessante, porque foram colocados 4 canos de 100mm numa altura de aproximadamente 4 metros, e de lá de cima a água jorra para baixo. Um excelente local para tomar banho no verão.

Chegando ao local, todas as tralhas foram levadas da sede da propriedade até o local do acampamento. Foram muitas viagens a pé até que tudo estivesse lá embaixo.

A Bandeira

Depois do hasteamento da Bandeira foram separados os cantos de tropa e cantos de patrulha. A chefia ficou numa meia-água construída no local.

Os Cantos de Patrulha

Depois de decidido o local de cada tropa, foram armadas as lonas, cercados os cantos de patrulhas e preparado o fogo de chão, com grelha e pedras. Não foi possível o corte de taquara, pois além de ser daquelas espinhentas, o local para retirada era muito longe e de difícil acesso.

A comida

Os escoteiros teriam duas refeições para preparar. Uma seria comida mateira e a outra poderia ser comida de panela. Foram várias iguarias preparadas a fogo de chão: arroz na caixinha de leite, guisado na lata de nescau, bolinho de carne, bolinho de frango, coxinhas no alumínio, pizza mateira com a massa preparada no local, batata recheada, ovo no espeto, churrasco com espeto de pau, espetinho de carne com bacon (kabobs), guisado recheado no alumínio.  Pelo visto, rendeu muito esse Campotec.

Das comidas de panela teve o tradicional carreteiro, massa penne com molho branco e calabresa, purê de batata.

A chefia tomou sopa de capeleti à noite, preparada pela Luciane, e no domingo ao meio-dia teve carreteiro Guinness Book, feito pelo Pedroso.

A bebida

Tang nas patrulhas e muito chimarrão na chefia.

A Enfermaria

Gustton com muito espinho na mão. Julia com o pulso machucado no buldogue e o ator principal da enfermaria foi ch. Pedroso, que teve de ser levado no final da tarde de sábado até o Hospital em razão de um graveto que entrou no olho. Foi medicado e, valentemente, retornou à noite, depois da janta, quando passou a dor. No caso dele, não adiantou os primeiros nem os segundos socorros.

O Fogo de Conselho

O tema do FC foi Copa do Mundo. Teve algumas esquetes muito bem elaboradas dentro do tema. Como esquete livre teve o bichinho verde e duas da chefia (as velhas dando milho aos pombos e a sala de espera do hospital). Muitas canções novas. Muita alegria e diversão. O Ch. Pedroso foi encarregado de puxar o FC e o ch. Beto o foguista.

A caminhada noturna

Puxada pelo Ch. Pedroso, Ch. Beto e Kemmerich foi feito um trajeto dentro da propriedade. Foram muitos os sustos, mas no final todos chegaram inteiros. A Luciane esperou todos com alguns pacotes de marschmelow que foram degustados na brasa do Fogo de Conselho. Foi uma noite muito fria, mas dentro do mato não era tão frio assim.

Alvorada e atividades da manhã

Às 7:00. Uma manhã muito úmida. Depois do café da manhã, que teve até omelete, foi hasteada a Bandeira Nacional. Depois disso todos rumaram em jornada até o Parque da Cidade para fazer uma manutenção nas mudas que foram plantadas durante o Mutpio. Além disso, estava prevista uma atividade do  Muteco, que não pode ser realizada em razão de um ataque de abelhas em outro ponto do Parque. Chegamos de volta ao acampamento por volta das 11 horas para alguns jogos, e já dar início ao almoço em fogo de chão, que demora um pouco mais. Durante o almoço o Kemmerich distribuiu uma série de enigmas que teriam de ser resolvidos até o final do acampamento.

Promessas e Cordão Verde e Amarelo.

Neste acampamento, a escoteira Julhia Spuldaro Rabuske e o escoteiro Ruiz Coleto fizeram a Promessa Escoteira. O padrinho do Ruiz foi o Gustton e da Julhia, o Homero. Seus pais estavam lá para prestigiar a bela solenidade. Foram guardas da Bandeira a guia Pietra Coletto e as escoteiras  Paola Vianna e Julia Vieira.

Depois das promessas foram entregues os Cordões Verde e Amarelo e respectivos certificados para o escoteiro André Reis e para a escoteira Nathália Pedroso.

Prova de fogo

Este foi o primeiro acampamento de mato para os escoteiros que recém chegaram da alcateia: William, Hayla, Henrique e Barden, bem como para os escoteiros Raul e Camilly. Esta entrou há apenas duas semanas no Movimento Escoteiro.

O retorno

Depois da pressa em carregar o ônibus, porque a chuva era iminente, todos retornaram de ônibus até a sede escoteira para guardar os materiais. No ônibus ainda teve “um na cadeira” e “montinho de teto”.

O acampamento foi organizado pelo Ch. Pedroso e pelo Kemmerich. Alguns jogos não foram aplicados porque o tempo foi escasso e também porque não havia campo adequado para jogos. O campo estava lavrado, com aveia plantada, mas com esse estado ficou muito bom para o buldogue e bastão elétrico, pois a terra estava fofa.

O Amigo

Tivemos uma grande companhia neste acampamento. Foi o Duque!. Desde que chegamos, ele nos acompanhou no descarregamento do material, visitou todos os cantos de patrulha. Encantou todo mundo. O Duque é um simpático cachorro da raça Colie. Dormiu ao lado de uma barraca e só levantou na alvorada. Quando queria carinho, levantava uma das patas. Durante a jornada para o Parque da Cidade ele nos acompanhou durante um grande percurso, mas depois tivemos de trazê-lo de volta para a granja, porque poderia se extraviar com outros cachorros no caminho. Até tirou algumas fotos com lenço escoteiro.

Foi um acampamento bem diferente, com poucos jogos e com mais tempo para armar cantos de patrulha, lonas e especialmente, preparação da comida em fogo de chão. A chefia foi em cada um dos cantos de patrulha para instruir, conversar e também experimentar a boa comida preparada (e as ruins também). Vale destacar também a parceria e companheirismo de todos, entre os patrulheiros e entre as trupas. As patrulhas se ajudaram, emprestaram azeite, sal etc.

Umas e outras:

- Uns tinham mas não podem, outros ... A Rafa mudou a oração. Quando levantou prá rezar se foi o prato de carreteiro.

-  As abelhas atacaram e um escoteiro saiu na corrida e perdeu a enxada. Deu um baile prá encontrar a tal de enxada. Não sei o que mais machucou. Os ferrões ou os tapas que eles mesmo se davam.

- As guardas da Bandeira, na Promessa, não conseguiram guardar as pernas. O mosquitedo atacou valendo, mas ficaram ali, firmes.

- A Pih ganhou uma acessório para acampamento. Lidou, lidou e não conseguiu usar. No final do acampamento descobriu que faltava apenas colocar uma tira, que tava junto do acessório. Faltou ler as instruções, se é que precisava.

- O Schumann e o Diogo foram fazer bife com arroz na caixinha. Conservaram tanto a carne que na hora de colocar no fogo ainda tava congelada. Uma pedra. Não saiu bife, mas saiu tirinhas de carne. Comeram que se fartaram.

- A patrulha Lobo deve estar toda torta hoje. Acamparam numa baita descida.

- Segundo a Luciane, o Pedroso machucou o olho, mas o que afetou foi a cabeça. Toda vez que ia chamar uma patrulha, chamava de equipe. O acampamento não era de equipe, mas de patrulhas. É a emoção de tocar o fogo de conselho, ou afetou mesmo.....

- Quase perdemos um escoteiro na caminhada noturna. O Gui K caiu numa toca de ratão do banhado na taipa do açude. E que toca !  quase do tamanho dele.

- O mistério da bola. Como ele foi parar no outro lado do açude ?

- O Kemmerich disse que nunca mais dá sustos na caminhada noturna. Por que ?

- Chefia e chefe começam com ch. Chica também.

por Jota

Participantes:

Tropa Athena

Brenda Borges

Camilly Vitória dos Santos

Hayla de Lima

Julhia Rabuske

Julia Vieira

Luana Dall Agnol

Nathália Pedroso

Paola Vianna

Rafaela Vieira

Samira Pimentel

Tauana Lira da Silva

Tropa Órion

André Victor dos Reis

Arthur Diefentheler

Diogo Dal Castel

Gabriel Barden da Silva

Gabriel Schumann

Guilherme Bugs

Guilherme Kuhn

Gustton Ries

Henrique Riss de Oliveira

Homero Kemmerich

Leonardo Weissheimer

Lucas Kapp

Matheus Pedroso

Raul Jordani

Ruiz Coletto

William de Oliveira

Tropa Sênior

Pietra Coletto (convidada e auxiliar de chefia)

Chefia

Carlos Alberto Dal Castel

João Kressin

Jonathã Kemmerich

Luciane Pedroso

Pedro Pedroso

Regina Sincas

Coordenação

Pedroso e Kemmerich

Participação especial

Duque

Voltar