17/11/2013
Acampamento Patrulhas Escoteiras

O Acampamento das Patrulhas Escoteiras do GECS aconteceu nos dias 16 e 17 de novembro na granja de Dirceu Guimarães.

Escoteiros e seniores partiram da sede escoteiras às 8:30, com ônibus fretado pelo GECS.

Chegando lá, todo material individual e de patrulhas foi descarregado e levado até o segundo mato da granja.

Como havia programação diferenciada para escoteiros e seniores, depois da hasteamento da Bandeira cada ramo acampou em local separado da granja.

Para melhor compreensão, dividiremos o acampamento em dois campos:

Campo 1 – Granja de Dirceu Guimarães – atividades de sábado

Campo 2 – Granja de Glênio Guimarães e Douglas Strefling – domingo.

O relatório das atividades dos seniores, em ambos os Campos,  está em separado.

O tema do acampamento foi EM BUSCA DO ENIGMA FINAL.

Os participantes foram divididos nas equipes Vermelha, Azul, Verde, Marrom e Amarela, e cada equipe recebeu um bastão de taquara com as respectivas cores.

 

Campo 1 – Granja Dirceu Guimarães

As Bases

Todas as bases foram feitas com enigmas JC3, Zenit Polar e Morse e os pais, no dia anterior, espalharam todas nos matos da propriedade, de maneira que a chefia e os escoteiros não sabiam onde elas estavam colocadas.

Cada base consistia num cartão com o enigma pela metade. A equipe recebia a outra metade e deveria procurar a base que estava identificada com numeração em Morse.

Encontrada, teria de traduzir o enigma. Depois de traduzido vinha a pior (ou melhor) parte: desvendar o enigma. Quando a equipe conseguia desvendar o enigma, deveria procurar um guardião e dar a resposta, ou a senha. Se acertasse, poderia então fazer a base solicitada.

Nas bases havia orientação por bússola, primeiros socorros, pioneirias, amarras, espiritualidade, falsa baiana, nutrição, lei escoteira, hino alerta, enfim, aplicação de vários conhecimentos escoteiros.

Cada enigma desvendado e base realizada valia 3 moedas. Algumas bases eram por tempo, outras eram por avaliação do guardião. Toda moeda conquistada era colocada nos bocós as equipes e as próprias equipes iam controlando sua pontuação.

As bases ocorreram durante todo o dia, e se tiveram uma pausa no horário do jantar, pois não havia mais possibilidade de fazê-las na escuridão, para continuação do dia seguinte.

A Bandeira

Logo de início foi hasteada a Bandeira Nacional e entregue à guia Bruna Paludo seu certificado original Lis de Ouro, remetido pela UEB. Também foram entregues pelo Pioneiro Kemmerich aos escotistas João Kressin e Regina Sincas dois pins comemorativos à passagem de 10 anos de atividades escoteiras (ambos tem 11 anos de escotismo).

As Promessas

Depois do hasteamento do Pavilhão Nacional, foi realizada a Promessa dos Escotistas Carlos Alberto Dal Castell (chefe Beto), Kênia Becker Guimarães (Chefe Kênia) e Pedro Salles Pedroso (Chefe Pedroso).

Foi uma cerimônia emocionante, tanto para que fez sua Promessa, quanto para quem assistiu. Pais, filhos, esposo, esposa: Todos unidos por uma causa comum. O crescimento e amadurecimento dos filhos dentro do movimento escoteiro por intermédio do Grupo Escoteiro Cônego Sorg. Somente que estava presente pode dimensionar quão marcante e bonito foi o cerimonial de Promessa desses novos adultos do quadro de escotistas do GECS.

Olmir Paludo renovou sua promessa escoteira, agora com o escotista.

As refeições

Os integrantes ganharam suas refeições prontas para que pudessem ter mais tempo para alcançar o Enigna Final. No sábado ao meio-dia foi Galinhada acompanhada de saladas diversas e no sábado à noite foi Carreteiro, também acompanhado de uma variedade de saladas (tomate,cebola, cenoura, salada verde... ) além das sobras da galinhada do meio-dia.

A cozinha de sábado foi coordenada pela incansável Salete, que é uma perfeita cheff de cozinha.

O Fogo de Conselho

Com o tema Enigmas-Enigmáticos o Fogo de Conselho foi acompanhado por alguns pais que estavam presentes. O acendimento da Fogueira foi feito pelo Chefe Beto e por Adriano Dallagnol, e puxado pelo Chefe Jota.

O Kemmerich fez uma emocionante relato sobre seu último ano como jovem no Movimento Escoteiro, pois seu tempo de pioneiro termina em 2014.

As esquetes obedeceram o tema proposto. Foram também puxadas várias canções escoteiras em especial algumas novidades trazidas pelo Gustton. Canções e a Palmatória do Sovaco.

O Jogo Noturno

O jogo noturno foi realizado no segundo mato. Todos presentes foram divididos em duas equipes. O jogo foi de integração e quase deu confusão no final. Era o jogo do ovo (não sei que nome pode ser atribuído a esse jogo, mas é muito bom e será feito mais seguido em acampamentos).

Os Masrschmelow

Chefe Pedroso trouxe alguns pacotes e distribuiu depois do jogo noturno. Foram rapidamente degustados ao redor do braseiro da fogueira.

A Corte de Honra

À luz de velas, às 2:00 da madrugada realizada mais uma Corte de Honra com os monitores da Tropas Órion e Athena. Participaram Rafaela, Giaretta, Gustton, Homero, Gustavo, e Ana Vitória. Para o ato foi nomeado presidente da Corte de Honra o monitor Gustavo, que nomeou Gustton como seu secretário. Foram discutidos e decididos assuntos internos das patrulhas, que permanecerão com o sigilo exigido.

Escotistas presentes: ch. Jota e ch. Pedroso.

O Silêncio

Todos se recolheram às 3:00

A Ronda

Alguns escoteiros fizeram a ronda do acampamento, que terminou às 6:30, bem no horário da Alvorada.

O QG Central e acompanhamento de bases.

A distribuição de bases e controle de pontuação ficou por conta da chefe Regina que, em razão do estado de saúde, não poderia acompanhar as equipes nas bases. Os demais guardiões foram Ch. Marlene, Ch. Kênia, ch. Jota,  Ch. Pedroso e pelos diretores Paludo e Glênio.

Alvorada:

Às 06:30 da manhã. Logo na sequência a ch. Kênia orientou um alongamento e um momento de espiritualidade antes do café da manhã.

Panelaço

Teve três escoteiros da última ronda (Leo Guimarães, Holanda e Iago) que fizeram um panelaço para acordar as tropas escoteiras. Acordaram também a tropa sênior. Parece-me que estão em dívida com os seniores.

Continuação das Bases

Logo depois do café da manhã as equipes começaram a receber os enigmas e procurar as bases do dia. O movimento foi intenso até às 11 horas, momento em que definitivamente encerraram as bases do Campo 1. A partir desse momento “muito vagarosamente” foi desativado o acampamento e carregado o ônibus com materiais de patrulha e de grupo. Enquanto isso, foi convocado o Leo Guimarães e o Iago para o serviço de arriamento da Bandeira Nacional do Campo 1.

 

Campo 2 – Granja Glênio Guimarães e Douglas Strefling

Jornada

Depois de tudo pronto, todos seguiram em jornada com suas mochilas até o Campo 2, que fica do outro lado da BR285. A jornada foi puxada pelo Glênio e Ch. Kênia, acompanhados do Paludo e Pedroso. Atravessaram a BR por baixo da ponte do Rio Colorado. Não tiveram problemas com abelhas como os seniores  tiveram.

Almoço

As tropas escoteiras chegaram no campo 2 por volta das 13 horas. Chegando lá fizeram um jogo enquanto o almoço era finalizado.

O churrasco do meio dia foi feito em churrasqueira improvisada de tijolos pelo Rodrigo Ries e Dorli Kemmerich. Foi um baita churrasco, feito na beira do açude. Teve acompanhamento de saladas, arroz e batata, feito pela Salete com auxílio de algumas mães.

Parabéns aos cozinheiros e àqueles que auxiliaram.

O Enigma Final

Depois do almoço foi entregue à cada equipe um envelope com as cores de cada equipe para que fosse desvendado e Enigma Final, que valia quatro moedas a serem somadas aos pontos (moedas) já conquistados. Cada equipe foi para um canto da granja para tentar desvendar o mistério até que a Equipe Verde, aos gritos, procurou um guardião pois conseguiu desvendar o Enigma Final. Parabéns à equipe. Foram muito espertos.

Tirolesa

Durante a semana o Glênio e o Douglas montaram a tirolesa que atravessou o maior açude da granja. Foi amarrada no alto de um eucalipto e ancorada do outro lado, num cipreste. Ficou muito bom. Depois do almoço foram feitos alguns jogos para “baixar o almoço” para poder entrar na água, que ainda estava fria.

Às 14:30 todos foram liberados para entrar no açude, nadar, se divertir, descer na tirolesa. Foi um ATL – atividade de tempo livre das 14:30 às 16 horas.

O Resultado

Às 16 horas foram todos chamados para trocar a roupa molhada e colocar roupa seca e avisado que às 16:15 o resultado seria informado se todos estivesse presentes naquele horário quando chamados. Alguns não conseguiram, se enrolaram e não vieram nos 15 minutos. Resultado: o Resultado não foi entregue e o anuncio será feito somente na próxima reunião. Mas já tem um vencedor e um empate. Aguardem para sábado.

Avisos Finais

Às 16:25, quando todos estavam prontos foram todos reunidos novamente para avisos finais e para um feedback sobre algumas passagens boas e ruins da atividade. Depois da saudação à Bandeira Nacional, todos se dirigiram ao big bus do Paulo Vimes e retornaram para a sede escoteira. Muitos dormiram de se babar até chegar no destino, pois o cansaço e o calor era muito grande.

Conclusão:

Foi uma bela atividade. Diferente, instrutiva, com momentos de emoção. Escoteiros e Seniores aprenderam muito. Adultos (diretores, chefia e pais) também aprenderam muito. Não só coisas relacionadas ao Escotismo, mas nas relações interpessoais também, pois todos tiveram de administrar momentos bons e momentos ruis, afinal, somos a Grande Família Cônego Sorg. Sempre aprendendo, sempre ensinando.

O relatório da parte sênior estará toda detalhada em separado.

Equipe Amarela

João Pedro Giaretta

Eduardo Oliveira

Matheus Pedroso

Luan Holanda

Gustavo Correa

Equipe Marrom

André Reis

Mateus Paludo

Diogo Dal Castell

Nathália Pedroso

Ana Vitória Metz

Equipe Verde

Homero Kemmerich

Guilherme Kuhn

Henrique Foltz

Tauana Lira Silva

Leonardo Guimarães

Equipe Azul

Rafaela Zanrosso Vieira

Leonardo Weissheimer

Samira Pimentel

Paola Vianna

Luana Dallagnol

Equipe Vermelha

Gustton Ries

Julia Zanrosso Vieira

Matheus Zart

José Dirceu Junior

Iago Della Mea

Chefia Escoteira

João Kressin

Kênia Guimarães

Marlene Cólvero

Pedro Pedroso

Regina Sincas

Chefia Sênior

Beto Dal Castell

Jonathã Kemmerich

Diretoria

Glênio Guimarães

Luciane Pedroso

Olmir Paludo

Querlin Strefling

Cozinha

Salete Martins

Rodrigo Ries e Dorli Kemmerich (churrasco)

Estiveram por lá ou auxiliaram na cozinha

Adriano Dall Agnol

Bernardo Guimarães (lobo)

Douglas Strefling

Guilherme Guimarães (lobo)

Indira de Vargas

João Victor Strefling (lobo)

Margarete e Paulo Vianna

Rosangela Foltz, Leo Foltz e Luiz Airton Foltz

Voltar