20/10/2013
J O T I

O Grupo Escoteiro Cônego Sorg, sob a coordenação do Chefe Pedroso, participou pela primeira vêz do JOTI.

Para quem ainda não sabe, o JOTI é um encontro mundial de escoteiros pela internet, que ocorre anualmente no terceiro fim de semana de outubro. Ele inicia a partir das 00:00 horas (horário local) do sábado e finaliza 48 horas depois, às 23:59 horas (local) do domingo. É um evento oficial da Organização Mundial do Escotismo (WOSM) desde 1996.

Durante este fim de semana, milhares de escoteiros de todos os cantos do mundo se encontraram em ambiente virtual, usando todos os recursos tecnológicos disponíveis na localidade, como e-mails, programas de bate-papo, microfones, scanners e câmeras digitais (webcams).

No Brasil, o JOTI conta ainda com uma gincana organizada pela União dos Escoteiros do Brasil, na qual os escoteiros respondem tarefas divulgadas no decorrer de toda a atividade e recebem uma qualificação de desempenho ao final dela, nos graus bronze, prata, ouro e diamante.

Escoteiros e Escotistas do GE Cônego Sorg se reuniram durante as 48 horas deste final de semana, separados em turnos de trabalho. A coordenação ficou por conta do Analista de Sistemas e Escotista Pedro Salles Pedroso, que montou o ambiente virtual com computador, notebooks, scanner, impressoras e tablets para que os jovens do GE Cônego Sorg participassem dessa maratona escoteira virtual.

Além dessas tarefas que foram realizadas nesse período de 48 horas, também foram solicitadas pré-tarefas que não valiam pontuação, mas eram requisitos de participação.

Quase um mês antes do início do JOTI já havia pessoal envolvido com as pré-tarefas.

O chefe Moisés coordenou uma equipe de escoteiros/seniores para confecção da claquete.

O chefe Pedroso com uma equipe de escoteiros/seniores fez uma excursão ecológica pela sanga do Colégio encontrando problemas e apontando e relatando soluções.

Os escoteiros/seniores confeccionaram mais de 1.000 origamis tsurus, que também era uma pré-tarefa.

Aqui vamos contar o motivo desses tsurus : Uma menina japonesa foi diagnosticada com uma grave doença. Ela pediu a Deus que a poupasse e para pagamento disso prometeu fazer 1.000 tsurus em origami (dobradura). A doença era muito grave, e a menina japonesa não resistiu, e faleceu quando tinha feito pouco mais da metade dos tsurus.  Seus coleguinhas de aula, em sua homenagem, terminaram a tarefa e fizeram os tsurus que ainda faltavam, cumprindo com a promessa da menina”.

Essa é uma história muito bonita que a coordenação do JOTI  nos trouxe para compartilhar.

Os tsurus confeccionados do Cônego Sorg foram montados numa espécie de cortina e levados até a Creche Kênia Setti. No mesmo ato foram entregues os livros de literatura infantil que também foram arrecadados como pré tarefa. Foi muito bonita a entrega. As crianças da creche adoraram, e a direção ficou muito satisfeita com a atitude dos Escoteiros do GECS.

A base CÔNEGO SORG foi montada na cobertura do prédio onde a família Pedroso mora, na rua Rio Branco, 100. A Internet foi “bombada” pela empresa SEANET para agüentar tantos equipamentos pendurados no wi-fi. Durante a maratona do JOTI teve carreteiro, pão com linguiça, cuca, bolo, bolacha,  sorvete, nega maluca e muuuuuuito Tang.

Também teve bolo de aniversário e refri, para comemorar o aniversário da Náthi naquele final de semana, durante o JOTI.

O chefe Pedroso ficou 48 horas no ar, sem dormir. Muitos dormiram por lá, em sacos de dormir. Enquanto uns trabalhavam outros descansavam, e o Pedroso controlava tudo, ligadão.

Quem participou do JOTI fez novos amigos escoteiros de vários lugares. O Escotismo moderno não se resume mais em acampamentos e jornadas. São de máxima importância, mas temos de ir adiante. A avaliação final da atividade é que foi uma experiência excelente, porque mostrou que o jovem tem de interagir com a comunidade, tem de ter opinião própria e tem de se adaptar às novidades para que no futuro possa melhor enfrentar o mercado de trabalho.

Classificação: Não é bronze, não é ouro nem prata.

É        D I A M A N T E

Participantes:

Tropa Athena

Ana Vitória Metz

Brenda Borges

Evelin Bonometti

Nathalia Pedroso

Paola Vianna

Rafaela Zanrosso Vieira

Samanta Dalsasso

Tauana Lira Costa da Silva

Tropa Órion

André Victor Tomazi Reis

Diogo Dal Castell

Gabriel Calza

Gabriel Duwe

Guilherme Kuhn

Gustton Ries

Homero Kemmerich

Iago Della Mea

João Pedro Giaretta

Leonardo Reinehr Guimarães

Lucas Kapp

Luiz Vicente Oliveira

Mateus Paludo

Matheus Pedroso

Matheus Zart da Silva

Ruiz Coletto

Wellington Schumann

Tropa Sênior

Bruna Paludo

Gabriela Pagotto

Igor Molina

Pietra Coletto

Pioneiro

Jonathan Kemmerich

Chefia / Apoio

Carlos Alberto Dall Castell

Dorli Kemmerich

Indira Vargas

João Kressin

Luciane Pedroso

Moisés Della Mea

Olmir Paludo

Pedro Sales Pedroso

Coordenação Geral

Pedro Sales Pedroso.

 

Voltar