25/05/2013
Acampamento de Graduados e Sênior

No final de semana que passou o GECS promoveu um Acampamento de Graduados e Acampamento Sênior. O local escolhido foi a Granja de Dirceu Guimarães (avô dos lobinhos Bernardo, Guilherme e João Vítor).

O intuito deste acampamento foi trabalhar somente com monitores, submonitores, seniores e para os escoteiros que já fizeram sua Promessa, mesmo sem graduação.

Cada um providenciou seu transporte até o local do acampamento. A  saída da sede escoteira foi às 14:30.

Foram formadas novas patrulhas escoteiras somente para o acampamento: Andrômeda, Cruzeiro do Sul, Dracon e Fênix.

Chegando lá, foram levadas as tralhas para segundo mato. Depois de tudo descarregado, Bandeira e primeiros avisos.

Enquanto os cantos de patrulhas eram cercados e instalados os toldos, o Paludo e o Beto, acompanhados de um escoteiro e um sênior de cada patrulha foi até o taquaral, para corte de taquara para as pioneirias.

Em todo o acampamento foi realizado somente um jogo (bastão elétrico) além de um jogo noturno.

Há noite teve o Fogo de Conselho com o tema Direitos Humanos. Depois do FC foi feito o jogo noturno Pequeno Zulu, vencido na primeira bateria pela Pt Cruzeiro do Sul e na segunda bateria pela Pt Kalahari (há controvérsias... ).

Depois do jogo noturno foi feita a caminhada noturna, puxada pelo Moisés, com término às 2 da manhã.

Teve dois turnos de ronda realizada pelos escoteiros Duwe, Homero, Gustton e Gean Carlo.

Alvorada às 7:15, ainda escuro.

PT Kalahari – Sênior:

Os seniores montaram seu canto de patrulha, cercaram e fizeram um pórtico, além de uma mesa que ficou pela metade. Para o jantar de sábado, levaram um galo (doado pelo Dorli). À noite o galo Juárez que foi abatido, depenado e assado para o jantar.

Foi assado no método da lata, que consistiu  em espetar o galo temperado num espeto de ferro em forma de cruz, que foi cravado no chão, coberto com uma lata de 20 litros e feito uma fogueira com gravetos, grimpa e galhos finos ao seu redor. Ficou uma delícia, crocante, segundo a Indira e o Moisés. O galo foi acompanhado de massa que estava muito ..... (sem comentários).

No domingo pela manhã, depois do café acompanhado de pão de caçador, os seniores foram fazer uma pista de orientação, preparada pelo Moisés e Kemmerich. A pista consistiu num trajeto com enigmas e orientação por bússola. No final da pista, como prêmio, estava a carne para o almoço, que foi subtraída do campo sênior no sábado à noite. Como conseguiram desvendar e chegar ao final da pista os seniores puderam almoçar no domingo.

Fizeram chuleta assada em papel alumínio, na brasa.

Os Seniores foram acompanhados do Moisés e da Indira.

Tropas Escoteiras Órion e Athena:

Os escoteiros cercaram os cantos de patrulha, armaram os toldos e cavaram fossa para líquidos e lixo orgânico. Montaram pórticos. As Pt Andrômeda e Fênix fizeram intendências para guardar bornais e caixas de patrulha para que ficassem erguidas do chão.

Comida: Como eram quatro patrulhas, a comida matéria foi variada. Teve batata recheada, guisado na lata, lingüiça assada, pão de caçador, arroz na caixa de leite, banana caramelada, maçã caramelada, o tradicional carreteiro, lingüiça picadinha na lata, ovo frito.

Pioneirias: Foram feitos 2 fogões aéreos, um para cada tropa, pórticos, intendências, cantos de oração.

A cozinha da chefia foi coordenada pelo Pedro Pedroso, que se mostrou um Cheff. Fez carreteiro no sábado e massa com molho no domingo (molho da Indira).

A ronda ficou por conta do Pedro e do Dorli, que queimaram mais da metade do mato, afinal, foi uma noite muito fria, havia muita lenha e muito papo para por em dia.

A Bruna, Ana Vitória, Rafaela, Giaretta e Gustavo dormiram em abrigos naturais.

A Bruna, Ana Vitória, Rafaela e Gustton passaram prova do Espaço de Reflexão.

Muitos foram preparados para passar provas de Pista e Trilha e Rumo e Travessia, bem como de especialidades.

No domingo à tarde, depois do almoço, nosso anfitrião Seu Dirceu apareceu por lá, e levou alguns escoteiros e a chefe Regina até o local onde foi morto um menino há cerca de 50 anos. No local, em meio a um mato muito fechado, há uma  cruz de ferro e dizem que há noite praquelas bandas......

No domingo os lobinhos Guguis, Bê e João Vítor apareceram por lá, para ver se o mato ainda estava em pé, e quase colocaram o restante abaixo.

A Bandeira de encerramento foi às 15:15, e encerramento, na sede da granja, às 15:30, momento em que os pais chegaram para carregar o material e retornar para a cidade.

Em breve as fotos desta atividade estarão publicadas no site.

Participantes:

PT Dracon

Homero Kemmerich (M)

Gean Carlo Kuhntz

Gabriel Duwe

Gustton Ries (SM)

PT Cruzeiro do Sul

João Pedro Giaretta (M)

Gustavo Wohlmeister

Gustavo Correa (SM)

PT Fênix

Rafaela Z Vieira (M)

Nathália Pedroso

Evelyn Bonometti (SM)

PT Andrômeda

Bruna Paludo (M)

Paola Vianna

Tauana Lira Silva

Ana Vitória Metz (SM)

PT Kalahari Sênior

Lucas Thiesen Bueno (M)

Luan Schneider

Pietra Coletto (SM)

Escotistas:

Regina Sincas

João Kressin

Pioneiro

Jonathã Kemmerich

Diretoria

Olmir Paludo

Moisés Della Mea

Indira Vargas

Beto Dal Castel

Comissão de Pais

Dorli Kemmerich

Pedro Sales Pedroso

 

Voltar